Notícias

Notícias


Notícias

Notícias


Visualize fotos

Mais participação, mais segurança

PUBLICADO EM quinta-feira, 16 de maio de 2019

A segurança é hoje uma das principais preocupações dos brasileiros e está presente nas discussões do dia a dia. Mas, você sabe como pode contribuir para diminuir a incidência de crimes que afetam o seu cotidiano? Pensando no bem-estar do Clube e de seus associados, o Major da Polícia Militar José Antônio Golini Júnior, que tem mais de 20 anos de carreira, traz algumas dicas de segurança e informações relevantes para manter a sua seguridade no bairro ou comunidade onde vive.

De acordo com dados da Secretaria de Segurança Pública (SSP),consultados no dia 15 de abril, em janeiro de 2012 o número total de roubos registrados em Piracicaba foi 109. No mesmo período de 2019, os casos caíram para 59. De acordo com o Major da Polícia Militar, a redução está relacionada ao trabalho de planejamento e inteligência que vem sendo executado na cidade. Entre outros objetivos, essas ações têm se voltado para o combate aos vários tipos de roubos, tendo como objeto principal aqueles que acontecem em residências.

Uma das razões que levam a essa preocupação, de acordo com Golini, é que esse tipo de crime pode envolver um número maior de pessoas e ter consequências muito mais traumáticas.

“O roubo pode evoluir para um latrocínio, que é o roubo seguido de morte”, exemplifica o major. “Então, quanto mais pudermos reduzir as modalidades de roubo, menos chances teremos de acontecer um latrocínio”, reforça ele.
Para ser mais efetiva, a PM tem buscado ações que reduzam a demandas que oneram o trabalho dos policiais. É uma ação preventiva, por exemplo, a fiscalização de trânsito. Isto porque, com o monitoramento, é possível reduzir acidentes que, muitas vezes, acabam sendo responsáveis por envolver um grande número de policiais e viaturas no atendimento.

Dependendo da complexidade da ocorrência, como explica o major, a polícia precisa estender a permanência no local. Em dias chuvosos e em horários com maior trânsito de veículos pela cidade, o número de acidentes cresce e faz com que a polícia se desloque para prestar atendimento. Com menos viaturas disponíveis devido a esse tipo de acompanhamento, o risco de um roubo ser bem-sucedido aumenta.

“De 2017 para 2018 houve uma redução de 28% no número de acidentes de trânsito com vítima, que é o que mais onera a unidade de serviço, já que, quando tem vítima, precisamos socorrê-la, preservar o local dependendo da complexidade e acompanhar o atendimento até o pronto-socorro para termos acesso aos dados e poder realizar a apresentação na delegacia”.

Os números positivos de redução de acidentes com vítimas, se tornam ainda mais importantes quando associados a medidas de segurança que podem ser tomadas pela própria população. Para um crime de roubo acontecer, como explica o major, é necessário haver três elementos: o criminoso com a intenção de cometer o crime, a vítima que reúna o que o criminoso quer subtrair e o ambiente favorável para a ação do criminoso.

“O que vai fazer mais diferença e perdurar por mais tempo é o ambiente”, informa Golini. “Toda vez que as pessoas identificarem um local que esteja abandonado, sem iluminação ou deteriorado, elas precisam adotar alguma providência para aquilo mudar. Pode ser ligar no 156 ou na CPFL para corrigir a iluminação” exemplifica.

É importante lembrar que a Polícia Militar também possui o Relatório de Averiguação de Irregularidade administrativa (Raia), no qual se identifica terreno abandonados, com livre acesso e facilidades para a ocorrência de crimes. Essa ferramenta comunica o poder público, que pode tomar providências.

Na cidade, de acordo com o major, a iniciativa tem dado resultados. Imóveis estão tendo as janelas lacradas com tijolos, terrenos baldios passam por limpeza e a prefeitura também passou a participar mais ativamente dessas questões. Isso, segundo ele, ajuda na redução dos indicadores finais e traz a sensação de segurança.

“Nós, como sociedade, precisamos adotar providências para que esses imóveis abandonados fiquem limpos, fechados e que não sejam locais onde criminosos possam se esconder. É um trabalho no qual precisamos muito da participação de todos”, conclui.

Faça sua parte
Uma cidade mais segura traz inúmeros benefícios para a qualidade de vida da população. Além de maior tranquilidade para executar o nosso direito de ir e vir, a segurança também tem efeitos diretos e práticos como, por exemplo, a redução do valor de seguros de automóvel, entre outros.

E para se proteger e tornar o ambiente onde vive mais seguro, listamos algumas orientações importantes que todo cidadão pode executar para contribuir com o bem coletivo. Ficou interessado? Então confira nossa lista abaixo:

Evite abastecer no posto de combustível próximo a sua residência. É comum que nos casos de roubo em domicílio, as vítimas relatem terem parado nestes locais antes de chegarem em casa. De acordo com o major, no momento em que o condutor (a) está no ambiente, o criminoso identifica qual é perfil dele, se está sozinho ou acompanhado e, como sabe que o trajeto entre o posto e a casa é pequeno, passa a segui-lo até a moradia.

Ao chegar em casa, antes de entrar, observe se há algum veículo te acompanhando, e, se desconfiar de alguma coisa estranha, acione o 190 para que a Polícia Militar possa verificar a situação e garantir a segurança do local. Você deve fazer essa ligação de um local seguro e, se preferir, procure por um ambiente bem iluminado e com maior movimento para estacionar o automóvel.

Participe e seja ativo nas reuniões do Conselho de Segurança (Conseg) de seu bairro, comunidade ou região. Muitas soluções podem surgir do envolvimento de mais pontos de vista sobre um mesmo problema.

Caso o lugar onde mora não possua ainda uma sede do Conseg, procure por uma companhia da Polícia Militar e solicite ao comandante a criação do Conselho em seu bairro.

Traga informações relevantes e de interesse mútuo para as reuniões. Durante as sessões, são realizadas atas que posteriormente são encaminhadas para a Secretaria de Segurança Pública do estado de São Paulo (SSP), que pode direcionar ações para resolver as questões levantadas.

Cuide do ambiente onde vive, mas também preste atenção aos locais por onde passa. Se seu amigo, familiar ou até mesmo um desconhecido estiver morando próximo a um local mal iluminado e em condições de abandono, entre em contato com a prefeitura através do 156 para comunicar a necessidade de manutenção e com a empresa de energia responsável. Manter os espaços da cidade limpos e bem cuidados auxilia na prevenção de crimes, já que estes precisam de um ambiente propício para acontecerem.

Se estiver esperando por alguém, tenha cuidado ao abrir a porta da residência e observe a sua rua, avenida, calçada antes da chegada da pessoa para se certificar que não há nenhum estranho no local. Procure conversar com seus vizinhos sobre a situação do ambiente nesse momento. Uma vizinhança onde todos se conhecem e se comunicam é mais organizada e oferece menos condições para ocorrência de roubos.


Fique por dentro


Outras Notícias

Amistoso Sub 15 CCP X Tales de Miletto

Atividade aconteceu na quinta-feira (16 de maio)
17 de maio de 2019
Leia Mais

Sub 17 vence Hípica por 65x41 no Campeonato ARB

Jogo aconteceu em Campinas, na quarta-feira (15 de maio)
17 de maio de 2019
Leia Mais

Sub 10 na Copa Roberto Morais de Futsal

Equipe empatou em 3x3 com o Real Soccer
17 de maio de 2019
Leia Mais

Master do CCP/CLQ/Unimed consquista cinco medalhas

Atletas participaram da 10ª Copa Master Gran São João de Natação
15 de maio de 2019
Leia Mais

CCP/Liceu conquista bronze no inter-regional de Sertãozinho

Atleta irá disputar a fase final paulista
15 de maio de 2019
Leia Mais

CCP/CLQ/Unimed conquista ouro no XXVI Troféu Kim Mollo

Competição teve a participação de 572 atletas e 60 provas disputadas
14 de maio de 2019
Leia Mais
VER TODAS AS NOTICIAS
Acessibilidade