Notícias

Notícias


Notícias

Notícias


Visualize fotos

Palestra Brahma Kumaris no CCP

Didi Sudesh apresentou a palestra "Quem medita transforma e se transforma"

PUBLICADO EM quarta-feira, 22 de maio de 2019

O Clube de Campo de Piracicaba recebeu na última segunda-feira (20 de maio) a palestra da codiretora do movimento Brahma Kumaris na Europa, Didi Sudesh. A yoguine, que tem visitado várias cidades do país com a palestra “Quem medita transforma e se transforma” em comemoração aos 40 anos do movimento espiritual no Brasil, compartilhou seu conhecimento sobre meditação com o público que prestigiou o evento no Salão de Cristal do CCP.

Nascida no norte da Índia em 1942, Sudesh sempre teve vontade de seguir um caminho espiritual e servir a humanidade. Durante a sua passagem pelo Clube de Campo, ela falou sobre a jornada até se tornar a líder do movimento Brahma Kumaris e o que a inspirou nesse processo. De acordo com a yoguine, tudo começou quando ela ainda desejava ser uma assistente social.

Durante o período que fazia doações de roupas e comida aos pobres e necessitados, no entanto, ela percebeu que o modo como ela tinha escolhido para fazer essa assistência não era suficiente.

“Por exemplo, se no inverno dava agasalhos a eles eu percebia que o vendiam e usavam o dinheiro para comprar bebida alcoólica. Isso não estava dando satisfação para mim, pois percebia que não só era insatisfatório para mim, mas também para os que recebiam”, explica.

Compartilhando o seu desejo de servir a humanidade e fazer o bem com uma tia, Sudesh descobriu algo novo, no qual poderia empenhar-se para fazer realmente diferença na vida das pessoas que queria ajudar: ser uma assistente social espiritual.

“Eu perguntei para minha tia: o que significa ser uma assistente social espiritual? Então ela respondeu que se eu queria satisfazer as necessidades físicas das pessoas, eu as tornaria dependente de mim e que a maioria daqueles que recebem coisas fazem um uso errôneo do que lhes é dado. E minha tia então explicou que ser uma assistente social espiritual significava que eu daria consciência às pessoas para que elas descobrissem o seu próprio potencial e assim desenvolvessem sua capacidade e a utilizassem numa extensão mais ampla”.

Interessada em saber se havia alguém ou alguma instituição que trabalhasse o desenvolvimento dessa consciência, Didi questionou a tia sobre quem poderia inspirá-la nessa jornada. A tia então comentou com ela que no prédio no qual morava, havia um centro da Brahma Kumaris e que as pessoas que chegavam lá entravam bastante deprimidas, mas depois de alguns dias, saíam completamente diferentes porque lá eles trabalhavam o desenvolvimento pessoal do ser humano.

“As pessoas se tornam deprimidas e perdem a esperança nelas próprias porque lhes falta autorrespeito. O deprimido busca ajuda em alguém mais, mas esse alguém também está vazio e então não tem como ajudar. Sendo assim, quando as pessoas sentem que elas não estão recebendo aquilo que precisam, elas acabam se tornando violentas”.     

Nesse sentindo, de acordo com Sudesh, ser uma assistente social espiritual significa dar as pessoas condições para que elas possam desenvolver novamente esse respeito por si mesmas. E era por isso que as pessoas que entravam na Brahma Kumaris, segundo a tia dela, saíam com um brilho no olhar.

“Então eu perguntei para minha tia como eu faria isso e que tipo de pessoa poderia me ensinar isso e ela disse que não era questão de alguém se tornar dependente de mim, mas que esse processo se dava pela educação. Você dá os ensinamentos para que as pessoas façam por elas mesmas. Dando amor e tendo uma atitude de solidariedade com elas, você vai ajudá-las a desenvolver a sua capacidade”.

A meditação praticada na Brahma Kumaris é chamada de Raja Yoga. De acordo com a yoguine, ela não é baseada na fé cega como acontece em algumas religiões e, ao participar dela, não é necessário que você force o outro a se transformar, pois essa transformação não acontece com base no medo.

“Quando eu comecei a praticar isso, eu imediatamente me senti mais feliz, mais satisfeita comigo mesma e percebi que todas as pessoas que se dedicavam a fazer o mesmo que eu se sentiam mais alegres também".

Sudesh também destacou que a experiência que adquiriu nos mais de 80 países pelos quais passou, fez com que ela percebesse que em qualquer lugar do mundo as pessoas têm as mesmas necessidades. “Elas precisam de clareza mental, precisam de paz mental”, explica ela, que afirma que isso faz o real objetivo de cada um se tornar mais preciso e, portanto, mais próximo.

De acordo com ela, todos nós podemos ajudar uns aos outros, nos dando apoio e tendo, em primeiro lugar, autoconfiança para depois confiar no outro e lhe enviar sentimentos de bons votos.

“Todos os problemas do mundo são os mesmos em qualquer lugar. E quando focamos a atenção nos problemas, não o resolvemos e apenas o fazemos maior. Então o método não é focar a atenção neles, mas nas soluções porque, ao focá-las, as dificuldades tendem a se resolver. Então minha mensagem é: vamos focar em desenvolver nossa energia positiva. Não importa quão duro seja o solo da montanha pois, ainda assim, flores podem nascer ali. Vamos criar juntos um jardim de paz, de esperança, harmonia e a consequência disso é que nós mesmos nos tornamos um sucesso e plenos em esperança, porque nós temos que nos tornar flores vivas”, concluiu.

Confira as todas as fotos do evento: http://www.ccpnet.com.br/Galeria/PaginaCategoria/1?categoria=3760#conteudo


Fique por dentro


Outras Notícias

Final da Copa CPP de Futebol Social acontece neste sábado

Equipes se enfrentam a partir das 14h15, confira a programação
26 de junho de 2019
Leia Mais

Atletas do CCP/CLQ participam de Brasileiro em Criciúma

Competição está acontecendo em Criciúma e vai até 28 de junho
26 de junho de 2019
Leia Mais

Judô do CCP/Liceu participa da 22ª Copa Hortolândia de Judô

Atletas conquistaram dois ouros, duas pratas e um bronze
25 de junho de 2019
Leia Mais

Sub 15 vence o Caeiras no Campeonato ARB

Jogo aconteceu no sábado, 22 de junho
24 de junho de 2019
Leia Mais

Campeonato Estadual Infantojuvenil 2019 - GA- JCC

Competição aconteceu em São Paulo, de 20 a 23 de junho
24 de junho de 2019
Leia Mais

Férias de Julho

Confira as datas e horários da sua modalidade!
24 de junho de 2019
Leia Mais
VER TODAS AS NOTICIAS
Acessibilidade